quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Ela É Brasil

Das maravilhas do mundo, dentre todas, a mulher é com certeza a grande obra prima. Creio que do homem, a única necessidade de existir foi a suposta costela para o nascer feminino. Nada sofreu e suportou mais dor que o ventre, da coragem feminina e beleza eterna.

Apenas a mulher sabe o que é amar de verdade, a necessidade da paixão, do apaixonar-se a cada dia de novo. O homem que traí por profissão, tem como falha de criação o não entender do amor cotidiano. Enquanto não acreditamos mais, elas vivem da esperança de um amor infinito. Quisera eu entender como belas elas são.

Existem mulheres belas, lindas, charmosas; as que encantam, umas te enchem de tesão, outras te deixam cegos, outras te dominam. Algumas você quer, outras você deseja, poucas você tem, muitas tem você. Existem aquelas palpáveis, as impossíveis, uma fração são palpáveis, mas por uma alma maravilhada, ficam entre palpáveis e impossíveis, devido a emoção de estar perto.

Assim eu conheço algumas. Não tenho a coragem de sair do meu observatório para algo mais, a simples visão do belo feminino me encanta; enubriado por algo que não é beleza, não é gentileza, simpatia ou qualquer outro adjetivo. Fica a beleza do se fazer mulher, das lágrimas, da beleza que somente lhes pertence, da humanidade e endeusamento natural à elas. Se fosse pra ocupar um lugar em um trono, seria ao lado direito, pois o centro seria delas.

Porque o magoar de tantos sentimento belos. Tantas lágrimas já derramadas, por uma vitória justa. E assim o pensamento chauvinista e porco de alguns membros masculinos ainda tentam se fazer de líderes de uma sociedade dominada e liderada por elas. O machismo tão feio e ilegal quanto o racismo, do mesmo princípio e ignorância.

E assim eu continuo entendo que quem manda são elas, não por serem ditadoras, mas por simples fato de serem mais fortes que nós, pois quem derrama mais lágrimas não é mais fraco, e sim tem mais sentimentos e vive com mais emoção. E assim passo meus dias admirando a beleza delas, como desta que me fez escrever, e ainda mais fará para minha mente. Ela faz parte da beleza maravilhada, que me hipnotiza, que não machuca, faz bem a distância e assim ficará.

5 comentários:

Karine disse...

O importante é isso: saber valorar cada sexo sem "ismos". Você conseguiu sem ser feminista, o que já me agrada.
Adorei.

Carolina Matos disse...

poetinha com conhecimento de causa... ;)

hehehehe

=*

poucaspalavras disse...

Um texto tal qual Vinicius e isso é um elogio.

luenaya disse...

Adorei o texto!
;*

LELEfriolle disse...

simplesmente perfeito