sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Duas Perguntas

Por entre suas pernas eu andei,
Corri meus dedos no seu corpo.
Fortemente respirei no seu pescoço,
Mordendo e desejando sua carne.

Abracei-ti por trás, invadindo teu ventre,
Puxando teu cabelo, te chamando de puta.
Deslizava em você  um caminho único,
Da boca ao sexo; das coxas aos seios.

Te jogo no chão e abro as portas,
Sinto logo o cheiro do gozo.
Percebo o quão molhada estás,
Seguro você, provoco arrepios.

Entro de uma só vez...

- Eu te amo! Com você eu faço Amor!

Um comentário:

LELEfriolle disse...

nossa! não eh atoa q nao tem comentarios, mt difícil dizer qq coisa... mas sim mt bom!