segunda-feira, 12 de outubro de 2009

C'est La Vie

Se eu pudesse te veria todo dia,
Se desse, sempre te teria.
Já entendi a mensagem,
Já não vou mais viver de paisagem.

Como um lindo cenário encantado:
Imóvel, belo, apático, estático.
O Lua castiga meu peito,
O Sol ri "bem feito".

O cenário muda de lugar,
Já não sabe se quer amar.
Este suco que faz meu amor.

A polpa é pura luxúria,
Das sementes restam lamúrias.
Esprema meu peito com ardor.

Um comentário:

minima intimidade maxima disse...

lindo!
bom até parece que você sou eu.
as coisas que escreve se encaixam tão perfeitamnete ao que estou vivendo.
acho que vou chorar.
rsrssr
beijos