terça-feira, 10 de junho de 2008

Lígia

Prefaciando o tudo mais
Um sorriso que não foi nosso
Que logo foi posto de lado
Por um olhar de verdade, olhos reais

Sem pretensão
Amizade desligada da realidade
Amor de verdade ao inevitável
Verdadeira compulsão

Fez de um breve início
Um marco em vida
Como a chuva no verão
No nosso tão raro solstício

Fez de um simples minúsculo
O mais imponente maiúsculo

Um comentário:

disse...

comentar seria simplesmente estragar a simplicidade tão completa dessa poesias.
Só tenho que agradecer, fiquei emocionada, mesmo.
Te amo amigO