terça-feira, 13 de abril de 2010

Declaro

A cada dez minutos com você, são dez minutos que se passam para algo muito maior. São dez minutos que se passam de angústia em busca de um desejo maior. Um desejo de estar com você como um total, a busca de alívio no peito, de ter você mais do dez minutos, mais que dez por cento, mais do que sete dias da semana, mais que 24 horas por dia.

A cada abraço, a vontade de me desfazer em moléculas e me unir a você, em não ter que me afastar, em não ter que evitar sua mão, evitar sua boca, evitar me perder no seu perfume, em não me deixar levar pelo momento que paralisa e que quero tudo se dane, porque é isso que quero, que o resto se dane e eu possa ficar com você.

Que os abraços não terminem, que o perfume me embriague, que o sorriso me ofusque, que as mãos sejam magnéticas, mas que tudo isso venha após os dez minutos; pois que eles virem vinte, trinta, dias, noites.

Um comentário:

athos jorge. disse...

FUDEU! ahahahahaha.