quinta-feira, 20 de agosto de 2009

No Azul d'Ella

(Porque as brigas surgem entre quem mais temos amor?)

- (Sic) Alô?.....

(O amor é tão ligado a insegurança)

- Alô? é você?

(Quando não ligado emocionalmente, as atitudes fluem tão fácil, agora fico aqui olhando para o infinito, pensando no melhor jeito de falar com ela)

- Oi, sou eu......(sic!)

(Se fosse uma a mais ou uma a menos, seria tudo mais fácil, mas eu gosto desta única)

- Errr...tudo bem?
- Tudo e com você?

(Para ela parece tão natural. Será que eu sou um a mais ou um a menos?)

- E aí? me conta como foi tudo?
- Olha, foi ótimo....(etc...)

(Eu preciso me tornar visível, mostrar não o quero, mas o que pretendo. Não quero virar estátistica)

- Que bom, lembrei de ti hoje....
- Jura? O que foi?
- Vi na minha vida, que se hoje falta algo...

(Eu não vou perder para meus próprios fantasmas, o construtor de minha felicidade só pode ser eu mesmo)

Um comentário:

danicavalcante. disse...

a gente constroi nossa propria felicidade é só saber o caminho a tomar. Eu adoro teus textos.